Pagamentos móveis: Mastercard transforma Masterpass em solução omni-channel e cross device

A Mastercard apresentou nesta quinta-feira, 14, a próxima etapa do seu sistema de pagamento digital, o Masterpass. A partir deste ano, a plataforma funcionará em diversos canais – aplicativos, lojas e navegador de Internet – e através de dispositivos diversos, como smartphones, smartwatches, carros e aparelhos domésticos inteligentes, tornando-se a primeira bandeira a oferecer solução omni-channel e cross device para seus consumidores, comerciantes e bancos.

Com o Masterpass, o cliente poderá fazer compras com smartphone via NFC, poderá dividir contas, reservar voos por meio de chatbots das companhias aéreas, pedir alimentos através de uma geladeira conectada ou até comprar latas de refrigerante em máquinas de venda. Inicialmente, a Mastercard estima que 80 milhões de contas sejam automaticamente habilitadas para seu sistema de pagamento.

“Nós queremos que os nossos consumidores possam pagar em qualquer lugar, com qualquer aparelho a qualquer hora”, disse o presidente da Mastercard na América do Norte, Craig Vosburg, durante sua exposição na manhã desta quinta-feira, 14, em Nova Iorque. “O comércio global está evoluindo muito rápido. Nós estamos criando soluções e novas possibilidade para comerciantes e bancos ao redor do mundo”.

No sistema, o usuário poderá conectar seu cartão a uma de suas contas bancárias ou fazer o cadastro diretamente com a Mastercard, em sua primeira compra. O sistema terá barreiras de proteção como Touch ID e código PIN do usuário para liberar a compra, além de tokenização do cartão, criptografia EMV e apoio de monitoramento de fraudes da bandeira.

Inicialmente, Masterpass será lançado nos Estados Unidos até o fim de julho. Europa, Oriente Médio e África serão os próximos a ter a solução até o final de 2016. Outros lugares como América do Norte, América Latina e região da Ásia-Pacífico receberão o serviço entre 2016 e 2017.

Entre os e-commerces dos EUA que terão o Masterpass destacam-se BJ’s Wholesale Club, Firehouse Subs, Masabi, MLB.com e MLBShop.com, Office Depot and ParkMobile. Ainda é esperado para os próximos meses JetBlue (com chatbots), Saks.com, Lord e Taylor.com, além dos apps do Subway e da The Cheesecake Factory.

A Mastercard informou que mais de 5 milhões de comerciantes poderão aceitar o Masterpass em 77 países, sendo 1,8 milhão apenas nos Estados Unidos.  Vale ressaltar que a Mastercard criou um espaço para desenvolvimento da tecnologia chamado de Developer Zone, com APIs e SDKs abertos.

Do m-banking ao m-payment

Durante a apresentação feita pela empresa na manhã de hoje, o foco foi dado diretamente aos bancos, com a Mastercard oferecendo a solução de pagamento digital às instituições bancárias. Garry Lyons, diretor de tecnologia da Mastercard, citou uma recente pesquisa do FED, banco central dos Estados Unidos, mostra que 43% dos usuários mobile usaram mobile banking no último e o número sobe para 53% quando englobado apenas donos de smartphones.

“Nós acreditamos que os bancos têm uma excelente experiência digital com os seus clientes”, afirmou Lyons para uma plateia com jornalistas e bancários. “Nós queremos ajudar os bancos a migrar sua experiência de m-banking para uma experiência de m-payment”.

Os primeiros bancos a abraçarem a ideia do MasterPass serão: Ally Bank, Associated Bank, Bank of America, Bank of the West, BMO Harris Bank, Capital One, Central Bank, Citi, Fifth Third Bank, First Hawaiian Bank, First Tech Federal Credit Union, KeyBank, People’s United Bank, Security Services Federal Credit Union, SunTrust e Virginia Credit Union.

Mudança da marca

A Mastercard apresentou outra novidade para a audiência com jornalistas e bancários em Nova Iorque nesta manhã. É a mudança da sua marca que agora passa a ter letras em caixa baixa, fora do logo. Este, por sua vez, deixa de ter as linhas no meio.

Raja Rajamannar, diretor de marketing e comunicação da Mastercard, lembrou que a última vez que a bandeira fez uma mudança na marca foi 20 anos atrás e mudou pouco em relação à identidade original da empresa, criada 50 anos antes. Rajamannar e sua equipe trabalharam durante dois anos no novo design.

A ideia da empresa é que as pessoas associem a marca sem o nome. Portanto, será comum nos próximos meses ver propagandas e produtos (apps e cartões) apenas com o logo, sem letras. Uma pesquisa feita pela bandeira demonstrou que 81% das pessoas conseguem reconhecer a marca da Mastercard sem o nome. A atualização da marca acontecerá a partir deste mês por meio do Masterpass. Os demais produtos da Mastercard serão atualizados durante o segundo semestre de 2016.

 

Pagamentos móveis: Mastercard transforma Masterpass em solução omni-channel e cross device