Carros autônomos: Apps de transporte e montadoras criam grupo para estudar carros autônomos nos EUA

Foi criada esta semana nos EUA a Partnership for Transportation Innovation and Opportunity (PTIO), uma associação para examinar os desafios e o desenvolvimento das soluções para carros autônomos nos Estados Unidos. O grupo inclui Uber e Lyft, além das montadoras Ford, Toyota e Daimler, FedEx, American Trucking Association, Waymo e Google, que desenvolve solução de direção sem motorista.

A associação será presidida por David Strickland, ex-presidente da National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), órgão federal que regula o trânsito nos EUA. Em seu lançamento, o PTIO apresentou uma agenda de estudos para os próximos seis meses.

O primeiro item a ser estudado é o impacto dos veículos autônomos no mercado de trabalho norte-americano, em especial entre os 3,8 milhões de caminhoneiros que atuam em 29 estados do país, segundo Bureau of Labor Statistics. Um estudo recente da Goldman Sachs aponta que a utilização de automóveis sem motorista pode resultar em 25 mil demissões mensais ou 300 mil cortes anuais.

Carros autônomos: Apps de transporte e montadoras criam grupo para estudar carros autônomos nos EUA