Inteligência artificial: Google lança três soluções de busca baseadas em machine learning

O Google apresentou três novidades do seu motor de busca para o público brasileiro nesta terça-feira, 24, das quais duas foram produzidas pelo time de engenheiros da companhia em Belo Horizonte (MG), e uma pela equipe localizada em Nova Iorque, Estados Unidos.

As novidades criadas pelo time nacional do Google são:

– Jornadas em tópicos relacionados – solução disponível a partir desta terça-feira no Brasil. Ela mostra (no alto da página) sugestões de temas atrelados à pesquisa do usuário. Exemplo: ao pesquisar sobre o jogador Neymar, o motor de busca mostra quais são os outros jogadores similares, como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Kevin De Bruyne, Mohammed Salah, Luiz Suárez, Phillipe Coutinho ou Antoine Greizmann.

– Snippets de destaque – ferramenta mostra imagens da busca (snippets) contextualizadas a partir da procura feita pelo usuário e das informações atreladas a ela, aqui chamadas de ‘pesquisas relacionadas’. A ideia da ferramenta é usar os snippets para trazer mais clareza e informação aos internautas em suas buscas. Exemplo: ao procurar informações sobre o cabelo da cantora Ivete Sangalo, o Google também apresenta informações das madeixas de outras celebridades, como Anitta, Sandy e Claudia Leitte. Lançada nos EUA em dezembro do ano passado, essa tecnologia chega aos usuários brasileiros em maio.

Por sua vez, o time de Nova Iorque desenvolveu a solução ‘painéis de conhecimento para conteúdo relacionado’. Ou seja, se uma pessoa busca por informações sobre esqui, ela recebe na tela do dispositivo cards com itens também pesquisados que estão próximos ao tema, como snowboarding ou trenó no gelo (bobsled). Essa função também estava disponível nos Estados Unidos desde dezembro de 2017, e chega ao Brasil nesta terça-feira.

A companhia ainda deve lançar uma opção de informações específicas de jogos e partidas para a Copa do Mundo, algo que já acontece com partidas da NBA e dos campeonatos nacionais de futebol. Outra solução que deve chegar à plataforma são cards de lutas (MMA), com lançamento previsto no segundo semestre.

Importante frisar que todas as soluções apresentadas pela equipe do Google Brasil passam a funcionar em dispositivos móveis e computadores em português.

Machine learning no Google

De acordo com Bruno Pôssas, engenheiro-chefe da área de buscas no Google Brasil, todas as ferramentas lançadas nesta terça-feira são baseadas no aprendizado de máquina (na tradução em inglês, Machine Learning). Na visão do executivo, essa tecnologia vem colaborando para o desenvolvimento da plataforma de buscas. “O Google saiu de uma ideia fixada em computadores e celulares para ser AI-First”, explicitou Pôssas. “Mais de 200 sinais (informações coletadas de buscas) são utilizados pelo algoritmo de ranking que possui machine learning”.

O engenheiro-chefe apresentou ainda alguns números sobre as plataformas que seu time desenvolveu em Belo Horizonte, todas baseadas em aprendizado de máquina. Realizada cinco anos atrás, a remodelagem das “pesquisas relacionadas” aumentou o impacto (alcance do usuário) em 20%, e hoje a opção que mostra outras opções relacionadas ao tema original (ex: procuro por “algodão doce” e o Google oferece “como fazer algodão doce”) já responde por 80% das buscas globais na ferramenta de busca. E o destaque aos snippets representa 2% das buscas nos Estados Unidos em pouco mais de cinco meses.

Inteligência artificial: Google lança três soluções de busca baseadas em machine learning