Balanço financeiro: Alphabet registra US$ 31,1 bilhões de receita no primeiro trimestre

A Alphabet, controladora do Google, apresentou seu relatório financeiro nesta segunda-feira, 23, com uma receita de R$ 31,1 bilhões no 1º trimestre de 2018, aumento de 23% ante US$ 30,9 bilhões do mesmo período um ano antes.

O lucro líquido da Alphabet foi de US$ 9,4 bilhões, um incremento de 74% em relação aos US$ 5,4 bilhões do primeiro trimestre de 2017.  Por sua vez, o lucro operacional teve um avanço de 7,7% com US$ 7 bilhões registrados, ante US$ 6,5 bilhões do ano anterior.

O custo total da companhia com gastos operacionais subiu de US$ 18,1 bilhões para US$ 24,1 bilhões, um aumento de 33%. E os gastos com depreciação, amortização e imparidade passaram de US$ 1,5 bilhão para US$ 1,9 bilhão.
Este é o primeiro relatório financeiro com a Nest dentro do time de hardware do Google. Antes, a companhia atuava de forma independente. É também o primeiro resultado após o Google ganhar a disputa judicial com a Uber e receber parte do controle da companhia de direção autônoma da firma de transportes, a Waymo.

Por divisão

A publicidade continua sendo a principal fonte de receita da empresa, representando quase 90% do total. No primeiro trimestre de 2018, a Alphabet obteve US$ 26 bilhões de faturamento com advertising, enquanto um ano antes registrou US$ 21,4 bilhões, aumento de 24,3%.

As outras receitas da companhia somaram US$ 4,35 bilhões no primeiro relatório financeiro deste ano, um aumento de 33% em comparação os US$ 3,27 bilhões obtidos nos três primeiros meses de 2017.

A área de “outras apostas” teve um incremento de 13,6% no lucro, ao crescer de US$ 132 milhões para US$ 150 milhões no último ano. Por sua vez, o prejuízo na área que trabalha com desenvolvimento de soluções médicas, carros autônomos e balão de conectividade caiu de US$ 703 milhões para US$ 571 milhões.

Balanço financeiro: Alphabet registra US$ 31,1 bilhões de receita no primeiro trimestre