Crise da Oi: Novo plano de recuperação deve atrair investidores para a Oi, diz Teles

O novo presidente da Oi, Eurico Teles, pretende sentar com todas as partes interessadas para construir um novo plano de recuperação para Oi, que deve ser entregue à Justiça até o dia 12 de dezembro, uma semana antes da Assembleia Geral de Credores, marcada para 19 de dezembro. Sua intenção é elaborar um plano que “desagrade pouco a todos”. O importante, na sua opinião, é que seja produzido um plano sustentável que, uma vez aprovado, atraia novos investidores para aportar capital na Oi.

“Se não conseguirmos um plano sustentável ninguém vai botar dinheiro na Oi”, disse Teles, durante coletiva com a imprensa nesta quinta-feira, 30, no Rio de Janeiro. Questionado se espera a entrada de acionistas chineses, ele disse que gostaria de atrair grandes investidores, independentemente de sua origem, mas que até agora nenhum trouxe qualquer proposta efetiva de aporte, provavelmente porque aguardam a aprovação do plano de recuperação.

Teles assumiu há poucos dias o comando da Oi, no lugar de Marco Schroeder, que pediu demissão. Teles trabalha há 37 anos na companhia e acumula agora os cargos de CEO e de diretor jurídico. Na última quarta-feira, o juiz que trata do processo de recuperação judicial, Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, decidiu que a diretoria da Oi pode encaminhar o novo plano para a Justiça mesmo sem a aprovação do conselho de administração da companhia. Contudo, a intenção de Teles é negociar exaustivamente o plano, para minimizar qualquer risco de uma guerra jurídica com parte dos acionistas ou credores que por acaso fiquem insatisfeitos.

Crise da Oi: Novo plano de recuperação deve atrair investidores para a Oi, diz Teles