Publicidade: Out of home e apps móveis são integrados em campanhas no Rio de Janeiro

Mídias digitais e mídias offline não precisam ser inimigas. Pelo contrário, se trabalhadas em conjunto de forma inteligente em uma mesma campanha podem incrementar os resultados para os anunciantes. É o que pretendem fazer Clear Channel e In Loco Media com uma parceria anunciada esta semana. A partir de agora, as marcas que forem expostas nos 100 relógios digitais  da Clear Channel espalhados pelas ruas do Rio de Janeiro poderão optar pela extensão da campanha nas telas dos smartphones das pessoas que passarem por perto.

A solução foi batizada como Clear Channel Mobile Extended Media e utiliza a tecnologia de localização e o inventário da In Loco, composto por mais de 600 apps instalados em 55 milhões de smartphones no Brasil (leia mais sobre a In Loco Media nas matérias relacionadas abaixo). Pessoas que passarem perto de um dos relógios da Clear Channel verão em seu smartphone outro anúncio da mesma campanha quando abrirem um dos apps que fazem parte da adnetwork da In Loco. O braço móvel da campanha pode ter um link para uma landing page com mais informações, ou um mapa com a localização da loja mais próxima etc.

A primeira campanha a adotar a solução promove o lançamento da série Filhos da Pátria, que entra no ar no app Globo Play a partir desta quinta-feira, 3.

Análise

Esta não é a primeira tentativa de integração entre mobile e mídias tradicionais. Já houve muitas outras, no Brasil e no exterior, com maior ou menor sucesso. Um exemplo que não deu muito certo foi o marketing por Bluetooth, em que um equipamento era embutido em algum outdoor ou display em shoppings, por exemplo. Era necessário que o consumidor se aproximasse, com o Bluetooth ligado, e aceitasse uma mensagem enviada através do equipamento. Chegou a ser febre entre agências de mobile marketing no Brasil e experimentado por muitas marcas, mas não decolou e acabou abandonado.

Os QR codes são outra forma de integrar os mundos físico e digital na publicidade. Eles podem ser inseridos em anúncios impressos ou displays de pequeno porte, de forma que sejam enquadrados pela câmera dos smartphones e levem para sites ou apps móveis com mais informações sobre o produto anunciado.

O app Shazam, de reconhecimento de áudio, fez experiências no exterior em anúncios de TV. Se o telespectador ligasse o Shazam durante um determinado comercial, era levado para uma página móvel do anunciante.

Há ainda a utilização de realidade aumentada, em que a captura pela câmera de uma determinada imagem no mundo real, como uma logomarca, serve de gatilho para uma ação na tela do smartphone.

A parceria entre Clear Channel e In Loco tem como principal vantagem ser transparente para o usuário. Este não precisa baixar um app especial, nem ligar uma funcionalidade do seu smartphone, ou realizar qualquer ação relacionada diretamente àquela campanha. Basta passar perto de um display da Clear Channel e abrir espontaneamente em seu smartphone algum dos 600 apps que compõem a rede da In Loco – muitos deles títulos rotineiros no dia a dia do usuário móvel.

Publicidade: Out of home e apps móveis são integrados em campanhas no Rio de Janeiro