Handsets: Roubo de celulares aumenta 23% no Rio de Janeiro em 2017

A quantidade de roubos de telefones celulares no Rio de Janeiro está aumentando. De acordo com dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão do governo do referido estado, foram registrados nas delegacias fluminenses 8.707 roubos de celulares entre janeiro e maio deste ano. Esse volume é 23% maior que o computado nos cinco primeiros meses de 2016, quando foram abertos 7.069 boletins de ocorrência relacionados a esse delito.

O ano passado foi recordista em quantidade de roubos de celulares no Rio de Janeiro, com um total de 19.549 ocorrências, o maior número desde que esse tipo de delito começou a ser acompanhado, em 2001, conforme dados do ISP. Ou seja, se continuar assim, haverá um novo recorde em 2017.

Cabe destacar que os dados mensais de 2017 foram afetados pela greve da polícia civil, que aconteceu nos primeiros meses do ano. Nesse período, as delegacias priorizaram casos mais graves, como homicídios. Desta forma, em fevereiro, por exemplo, o número de registros de roubo de celulares foi baixíssimo: apenas 552 em todo o estado. Em compensação, os meses seguintes acabaram concentrando os registros de pessoas que não conseguiram fazer o boletim de ocorrência durante a greve. Também concentraram os registros de quem fez o boletim pela Internet, mas só teve os dados inseridos no sistema pela polícia após o fim da greve. Assim, em abril e maio houve números muito mais altos que o comum: 2.519 e 2.548, respectivamente.

É importante ressaltar também que os dados do Rio de Janeiro se referem somente a roubos, não a furtos de celulares.

Pesquisa

Mobile Time e Opinion Box apresentarão ainda este mês uma pesquisa inédita sobre roubo de celulares no Brasil, revelando o percentual de usuários móveis brasileiros que já tiveram um aparelho roubado ou furtado, além de outros dados relacionados ao tema. Assim que o relatório estiver pronto, ele será divulgado neste noticiário e disponibilizado para download em www.panoramamobiletime.com.br

Handsets: Roubo de celulares aumenta 23% no Rio de Janeiro em 2017