Serviços móveis: Oi Livre contabiliza 1,8 milhão de trocas entre minutos e dados em três meses

O Oi Livre, plano pré-pago da Oi, conta hoje com mais de 10 milhões de usuários, o que representa aproximadamente um terço da base de pré-pagos da operadora. Uma das características do plano é a possibilidade de troca entre minutos e dados, que pode ser feita por meio do aplicativo Minha Oi (Android, iOS). Desde o lançamento dessa ferramenta, em abril deste ano, a empresa registrou 1,8 milhão de trocas. 72% delas foram de minutos para dados, somando 650 milhões de minutos trocados. Nem todos os usuários do Oi Livre experimentaram as trocas. Entre aqueles que usam a ferramenta, a média é de cinco trocas por mês.

A conversão é feita com as seguintes proporções: cada 2 MB equivale a 1 minuto para quem escolheu falar com qualquer operadora, ou 20 minutos para quem escolheu falar mais com fixo e outras linhas da Oi.

SVAs

Quem adere ao Oi Livre tem sua recarga transformada instantaneamente em uma quantidade de minutos e dados, que podem ser trocados uns pelos outros dentro do app, quantas vezes o cliente desejar e sem custo. Se quiser adquirir algum serviço de valor adicionado (SVA), o usuário precisa fazer uma nova recarga dentro do prazo de validade dos referidos benefícios.

A dinâmica poderia, em tese, reduzir a receita com SVAs, mas não é isso que está acontecendo. “A receita de SVA está razoavelmente estável, mesmo como atual cenário econômico do País”, diz o diretor de serviços móveis da Oi, Roberto Guenzburger. “Claro que a indústria de SVA como um todo vai ter que passar por uma evolução significativa porque estava muito viciada em vendas de serviços 1.0 com pouco ou nenhum engajamento com o cliente e estratégias de vendas agressivas que geravam problemas de qualidade. Isso não pode mais acontecer. O cliente tem que de fato comprar o produto. O mercado tem todas as condições de se reinventar. Temos parceiros muito avançados com serviços 2.0”, acrescenta o executivo.

Serviços móveis: Oi Livre contabiliza 1,8 milhão de trocas entre minutos e dados em três meses