Recursos humanos: Bot auxilia na contratação de empregados para bares e restaurantes

A Seek, empresa australiana de recrutamento e dona da Catho, lançou recentemente uma plataforma no Brasil que substitui o processo de recebimento de currículos e a primeira etapa de seleção de emprego por um chatbot, o Tom. Chamada de Trampapo (Android, iOS), a solução consiste em um site responsivo e aplicativo para o trabalhador se cadastrar com apoio do bot. Além da conversa com Tom, o trabalhador grava um áudio de um minuto contando sobre sua carreira e quem é. Depois do cadastro interativo, o candidato recebe uma relação de vagas.

De acordo com Anna Telles, gerente responsável pela tecnologia, o diferencial da plataforma é o fato de não ser um cadastro formal, mas uma conversa entre o bot e o trabalhador: “Ele conta para Tom o que sabe fazer. É muito mais fácil que um formulário. Uma pesquisa interna nossa revelou que 72% preferem falar o que sabem fazer do que escrever”.

Do outro lado do balcão, o contratante acessa o site do Trampapo e preenche os dados da vaga que está abrindo. O site faz a seleção dos candidatos e apresenta ao empregador. A plataforma calcula ainda o valor do transporte que o empresário pode custear para trazer a pessoa à entrevista de emprego.

Hoje a plataforma é gratuita para o trabalhador e para o empregador. No futuro a Seek pretende cobrar das empresas, mas manterá gratuito para aqueles que buscam emprego. “A ideia é cobrar da empresa, mas primeiro precisamos criar uma base. É um equilíbrio. Eu preciso cada vez mais entender o mercado”, completa Telles.

Desenvolvimento

No começo, o Trampapo vai funcionar apenas para o setor de bares, restaurantes e lanchonetes na Grande São Paulo. A executiva explica que resolveram começar por esse segmento em razão de ser o mais procurado com o aquecimento nas contratações da região. “Hoje em São Paulo, esse é o principal gerador de emprego”, afirma. A maioria das vagas está na faixa salarial de até R$ 2 mil.

Com mais de 2 mil candidatos e 100 empresas cadastradas com um mês de operação, a empresa espera ter 10 mil trabalhadores inscritos e 600 empresas registradas na plataforma em três meses. Além disso, espera colocar outros quatro nichos na plataforma, na mesma faixa salarial de R$ 2 mil.

Bots Experience 3

Está confirmada para o dia 22 de novembro, no WTC, a terceira edição do seminário Bots Experience Day, organizado por Mobile Time. Empresas como Facebook, IBM, Oracle, Twitter, Vivo, Coca-cola, GOL Linhas Aéreas, Movile, Take, Plusoft, Inbenta e Sage participaram com palestrantes nas duas primeiras edições. A programação será divulgada em breve no site do evento.

 

Recursos humanos: Bot auxilia na contratação de empregados para bares e restaurantes