Mercado imobiliário: VivaReal registra aumento de mais de 50% em seu tráfego móvel em um ano

O tráfego móvel do VivaReal cresceu mais de 50% ao longo dos últimos 12 meses e já supera aquele oriundo de desktops. Atualmente, 60% dos acessos à plataforma acontecem via dispositivos móveis, sendo 45% pelo site móvel e 15% pelo app. Computadores respondem por 40%. Hoje os três canais somam 7 milhões de usuários únicos e 18 milhões de visitas mensais.

“O site móvel passou por várias melhorias, o que contribuiu para esse crescimento. Fizemos uma força-tarefa ao longo de quatro meses para aprimorar a usabilidade e a velocidade dele. Com isso, tivemos um aumento grande de engajamento e a conversão também subiu 40%”, relata Gabriel Porto, vice-presidente de marketing do VivaReal, em conversa com Mobile Time.

O aplicativo (Android, iOS), por sua vez, acumula 2 milhões de downloads e é tratado como um canal para aprofundar o relacionamento com os consumidores. Ele possui algumas funcionalidades exclusivas, como o agendamento online de visitas a imóveis; uma ferramenta de chat com corretores; e a visualização de pontos de interesse ao redor do endereço de um imóvel (parques, supermercados, hospitais, padarias etc). Há ainda um aplicativo específico para os corretores e imobiliárias gerenciarem seus anúncios, o VivaPro (Android, iOS).

A área de produto e engenharia é aquela que recebe o maior investimento da empresa atualmente e é composta por 100 profissionais, informa o executivo.

Cultura

O VivaReal tem aproximadamente 5,4 milhões de anúncios no Brasil inteiro. Um ano atrás eram 4,1 milhões. A base de anunciantes, por sua vez, cresce entre 20% e 30% ao ano. No momento são cerca de 20 mil, incluindo 200 incorporadoras. São os anunciantes que sustentam o negócio, pagando pacotes mensais cujo valor varia de acordo com a quantidade de imóveis anunciados e com o destaque dado a eles dentro da plataforma.

A tecnologia tem modificado a cultura e a forma de trabalhar dos corretores de imóveis. Alguns anos atrás, a maioria resistia em fornecer o endereço exato de cada anúncio com medo de ter o negócio roubado por outro corretor ou que um comprador interessado procurasse pelo proprietário diretamente. Em janeiro de 2015, de um total de 2,9 milhões de anúncios que existiam na plataforma, apenas 5% tinham a localização exata. Agora, dos 5,4 milhões, mais de 50% têm o endereço completo, conta Porto.

Outras empresas

Além do VivaReal, o grupo tem com outras três empresas no ramo imobiliário: a Geoimovel, que monitora lançamentos, armazenando e analisando informações de cada novo prédio construído nos últimos 15 anos; a Suahouse, uma ferramenta de CRM para incorporadoras; e a Viva Decora, um marketplace para arquitetos e produtos de decoração.

Mercado imobiliário: VivaReal registra aumento de mais de 50% em seu tráfego móvel em um ano