Comércio móvel: Corridas em carros particulares superam táxis entre internautas brasileiros com smartphones

Desde a primeira edição da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinin Box sobre comércio móvel, em setembro de 2015, o serviço O2O (online to offline) mais usado pelos brasileiros era o delivery de comida, liderado pelo iFood. Dessa vez, contudo, o serviço de pedido de corridas de táxi e/ou carros particulares o ultrapassou. Agora, podemos dizer que mais brasileiros já experimentaram pedir um táxi ou Uber pelo celular do que uma refeição.

Em apenas seis meses, entre setembro do ano passado e março deste ano, subiu de 37% para 49,5% a proporção de internautas brasileiros com smartphone que já pediram uma corrida de táxi ou de carro particular através de um app móvel. O crescimento está relacionado principalmente ao avanço de serviços com carros particulares, como os estrangeiros Uber e Cabify e alguns players locais que passaram a disponibilizar essa opção, como 99Pop.

A proporção de uso desse serviço é mais elevada entre pessoas das classes A e B (65%), do que entre aquelas das classes C, D e E (44%). Nota-se uma desigualdade regional: o serviço é mais comum entre usuários do Sudeste (52%) e do Nordeste (51%), enquanto que no Norte, talvez por uma oferta em menor escala, a proporção é de apenas 31% dos internautas com smartphone.

O transporte de passageiros em carros particulares caiu no gosto dos brasileiros e está tomando o espaço que antes era dos táxis. Dentre os internautas que pedem corridas pelo smartphone, metade, ou 51%, solicitam com mais frequência carros particulares e 22%, carros de luxo (Uber Black, 99Top etc). Apenas 14% afirmam utilizar com mais frequência táxis comuns. E 13% optam preferencialmente por corridas compartilhadas com estranhos (exemplo: Easy Share e Uber Pool). Em seis meses houve uma migração significativa do táxi para os carros particulares. Em setembro de 2016, o táxi comum liderava, sendo o meio preferido de 37% dos usuários, enquanto os carros particulares comuns vinham em segundo lugar, com 33%. A análise pelo market share confirma essa tendência: o Uber é o app favorito, apontado por 85% dos usuários. Foi um verdadeiro salto: seis meses atrás ele tinha a preferência de 67% daqueles que já haviam pedido corridas pelo celular. O 99Taxis desabou: era o preferido de 19% e agora é citado por apenas 6% dos consumidores.

Relatório

No relatório integral da pesquisa, é divulgado também um ranking dos apps móveis mais usados pelos brasileiros para a compra de mercadorias físicas, assim como o monitoramento de outros três segmentos de serviços O2O e seus respectivos rankings de apps mais usados: delivery de comida; venda de ingressos; e reserva de hospedagem. O relatório da pesquisa pode ser baixado no site www.panoramobiletime.com.br

Comércio móvel: Corridas em carros particulares superam táxis entre internautas brasileiros com smartphones