Balanço financeiro: Dados representam mais da metade da receita da TIM com serviços móveis

Internet móvel, serviços de valor adicionado (SVAs) e SMS responderam por 52% da receita líquida com serviços móveis da TIM no primeiro trimestre deste ano, revela o balanço financeiro da operadora. É a primeira vez que isso acontece na companhia. A trajetória de dados e SVAs é de ascenção: um ano atrás, sua participação na receita líquida de serviços móveis da TIM era de 43%. E dois anos atrás era de 34%.

A receita média mensal por usuário (ARPU) com dados, SVAs e SMS na TIM subiu de R$ 7,4, no primeiro trimestre de 2016, para R$ 9,8, no primeiro trimestre deste ano. Trata-se de um crescimento de 34%.

Ao todo, a área de dados e SVAs da TIM registrou faturamento de R$ 1,85 bilhão entre janeiro e março de 2017. Isso representa um aumento de 25% em comparação com o mesmo período de 2016, quando havia sido de R$ 1,48 bilhão. Mais de 90% do faturamento da operadora nesse segmento provém de serviços “inovativos”, como a empresa chama a Internet móvel e SVAs que envolvam aplicativos, como o TIMmusic. O restante vem de SMS. Em um ano, contudo, a receita com SMS caiu 27%, enquanto aquela com serviços inovativos cresceu 31%.

4G

A melhora na receita de dados está diretamente relacionada aos esforços da TIM na expansão da sua rede de quarta geração (4G). Em um ano, a participação da rede 4G sobre o tráfego de dados nos aparelhos compatíveis com essa tecnologia na base de usuários da TIM subiu de 40% para 66%. Atualmente, 32% da base de usuários da TIM possui smartphones 4G. Um ano atrás eram apenas 14%.

Balanço financeiro: Dados representam mais da metade da receita da TIM com serviços móveis