Serviços móveis: Mundo terá 5,7 bilhões de pessoas com celulares em 2020

Em 2020, praticamente três em cada quatro pessoas no mundo terão ao menos uma linha de telefonia celular. Mais precisamente serão 5,7 bilhões de seres humanos portando telefones móveis, ou 73% da população mundial, de acordo com o novo relatório divulgado pela GSMA. Em cinco anos, o crescimento médio anual será de 4,2% – eram 4,8 bilhões de usuários únicos de serviços móveis em 2016, ou 65% da população mundial. Isso representa uma desaceleração: entre 2012 e 2016, o crescimento médio anual havia sido de 5,6%.

Ao longo dos próximos quatro anos, a Índia vai liderar, em números absolutos, o aumento da base de assinantes móveis: 310 milhões de indianos serão acrescentados ao ecossistema de mobilidade até 2020. A China virá em segundo lugar nesse ranking, adicionando 158 milhões de assinantes no mesmo período. O Brasil ocupará a sétima posição, com 18 milhões, precedido ainda por Nigéria (27 milhões), Indonésia (23 milhões), México (21 milhões) e EUA (21 milhões).

Em termos de quantidade de linhas móveis em serviço, a base mundial passará de 7,9 bilhões para 9,7 bilhões até 2020, o que representará um aumento médio anual de 4%. A penetração passará de 100% para 112%. Ou seja, haverá mais linhas móveis em serviço do que seres humanos. Isso acontece porque muitas pessoas têm mais de uma linha. E há também máquinas com linhas celulares ativas, como as máquinas de POS em estabelecimentos comerciais.

Serviços móveis: Mundo terá 5,7 bilhões de pessoas com celulares em 2020