Estratégia: Oi permite troca de minutos por Megabytes e vice-versa em seu app de autoatendimento

Como parte de sua estratégia de transformação digital, a Oi apresentou nesta quarta-feira, 12, novas ofertas para consumidor pré-pago e controle baseadas no autoatendimento pelo aplicativo Minha Oi. Com a nova função, o cliente do Oi Livre e Oi Mais Controle pode trocar minutos de voz por dados e vice-versa apenas com o deslizar de uma barra. A ideia é não só simplificar e levar ao maior consumo de recargas na base, mas também trazer novos clientes e, especialmente, aumentar a receita média por usuário (ARPU).

Apesar do mix de dados e voz dos clientes mudar, a companhia não terá perda de receitas, já que o cliente utilizará o mesmo valor de recarga já paga, diz o diretor de produtos móveis da Oi, Roberto Guenzburger. “Na prática, o impacto nas nossas estimativas é muito pequeno, ele (o usuário) não vai deixar de fazer recarga por isso”, declara. Diz estar ciente de que a maior demanda será por dados, mas garante que a operadora conta com capacidade na rede, podendo capturar margens maiores com os dados.

“Na prática, o cliente vai ter acesso maior a um benefício que ele já teria direito (com a recarga), e isso melhora a rentabilidade do produto”, afirma. Além da vantagem de não haver interconexão na rede de dados, há possibilidade de o usuário acabar adquirindo mais pacotes com o maior consumo.

O Oi Conta Total atualmente conta com cerca de 3 milhões de clientes ativos, segundo o diretor de transformação digital, Ariel Dascal. Já o Oi Livre representa 48% da base pré-paga (16,4 milhões de acessos em março deste ano), e a expectativa é de migrar toda a base para os novos serviços digitais. Isso tem impacto no operacional, uma vez que o usuário utilizará o autoatendimento – a oferta de Natal da tele, que é nos mesmos moldes, registrou 30% menos chamadas no call center.

Ofertas

As novas ofertas são o Oi Livre com 500 MB de franquia por R$ 10 e validade de 10 dias. Se a recarga for de R$ 20, a validade sobre para 20 dias, e a franquia para 1 GB. Já para R$ 30, serão 30 dias e 1,5 GB. Caso o cliente queira usar mais na Internet, é possível adquirir o Navegar Mais, que dá 2,4 GB em 20 dias por R$ 30. Por R$ 45, é possível ter 3,6 GB até 30 dias. No Oi Mais Controle, as ofertas vão de R$ 39,90 por mês no mais básico (1,5 GB de franquia mais bônus de 1 GB mensais nos três primeiros meses) a R$ 64,90 para 2,5 GB (também com bônus de 1 GB nos três primeiros meses).

A troca de dados por minutos funciona da seguinte forma: quando são minutos off-net, a taxa é de 2 MB por minuto de voz. Nos minutos on-net, cada 10 minutos viram 1 MB. A navegação pelo aplicativo para efetuar o gerenciamento da conta é isenta da franquia.

Além do mecanismo de troca, há recursos de conteúdo da Oi, como a plataforma de streaming de música Oi Toca Aí; o disco rígido virtual Oi Cloud (com 20 GB de espaço); e o serviço Oi Gastronomia. Todos também sem consumo de franquia. O serviço já está disponível para smartphones com sistema Android, chegando no dia 23 de abril para iPhone.

Estratégia: Oi permite troca de minutos por Megabytes e vice-versa em seu app de autoatendimento