Governo: Governo paulista negocia com teles oferta de acesso móvel gratuito à plataforma SP Serviços

O governo do Estado de São Paulo pretende conversar com as operadoras de telefonia móvel em uma nova rodada para adotar o acesso patrocinado no Poupatempo. O superintendente de novos produtos do Poupatempo, Ilídio Machado, disse que o Palácio dos Bandeirantes deseja realizar um diálogo com as empresas de telecomunicações para sua adesão sem custos à modalidade que disponibiliza navegação gratuita, sem cobrança da franquia de dados dos clientes pré ou pós-pago.

Segundo Machado, a ideia é colocar a plataforma SP Serviços (Android, iOS) como parte do rol de serviços de valor agregado (SVA) das operadoras, de modo que entre como opção gratuita para os seus assinantes. Com isso, o valor que seria gasto com o acesso patrocinado poderia ser destinado a outros serviços para a população que usa o serviço de atendimento e criação de documentos, como RG e carteira de habilitação. O governo estuda o assunto desde meados do ano passado.

Enquanto a conversa com as operadoras não avança, Machado explica que o foco do Poupatempo seguirá com o seu chatbot, o Poupinha. Ele revela que o governo freiou a iniciativa do acesso patrocinado para dar foco ao bot, uma vez que trouxe resultados imediatos, como 8,5 milhões de mensagens trocadas em 99 dias. O superintendente não descarta a inserção do robô de atendimento dentro da SP Serviços. Se somada ao acesso patrocinado, isto poderia elevar a quantidade de atendimentos realizados pelo robô  e eventualmente reduzir a quantidade de prédios que efetuam o suporte ao serviço físico. Trata-se de algo que o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB-SP) acredita que pode acontecer em breve, como disse durante a apresentação das novidades do Poupinha.

“Hoje nós temos 72 prédios do Poupatempo em São Paulo. Eles fazem atendimentos de tudo quanto é tipo de documento. Mas manter tudo isso gera custos”, disse o governador. “Acredito que nós vamos chegar a um dia em que as pessoas não vão nem precisar ir ao Poupatempo”.  

Governo: Governo paulista negocia com teles oferta de acesso móvel gratuito à plataforma SP Serviços