Desenvolvimento: Mercado de aplicativos possui 312 mil empregados no Brasil

O crescimento das tecnologias móveis pode ser visto como uma nova e emergente economia com 312 mil empregados. De acordo com análise “Economia de Aplicativos no Brasil” do Progressive Policy Institute (PPI) apresentada recentemente na FGV em São Paulo, o número de colaboradores é marcante, em especial após dois anos de retração na economia nacional, incluindo o desemprego acentuado na indústria eletrônica.

Dos 312 mil funcionários que vivem da economia de apps, São Paulo é o estado que mais se destaca, com 146 mil. Outras regiões com muitos desenvolvedores são: Rio Grande de Sul (32 mil); Rio de Janeiro (28 mil); Paraná (26 mil); Minas Gerais (16 mil); Santa Catarina (9 mil)’; Distrito Federal (9 mil); Pernambuco (8 mil) e Ceará (8 mil). 

O estudo ainda revela que 85% dos trabalhadores, ou 285 mil pessoas, responderam que trabalham com sistema operacional Google Android. A quantidade daqueles que desenvolvem em iOS da Apple foi de 53%, ou 166 mil. A quantidade supera 100% pois muitos dos colaboradores trabalham com os dois sistemas operacionais.

Desenvolvimento: Mercado de aplicativos possui 312 mil empregados no Brasil