Comportamento: Facebook e Messenger são os apps mais populares dos EUA em 2016

O Facebook e o Facebook Messenger foram os apps com a maior média de usuários ativos mensais (MAUs na sigla em inglês) nos EUA ao longo de 2016, com 146 milhões e 130 milhões, respectivamente. Os dados fazem parte de um ranking elaborado pela Nielsen com base em informações coletadas de um painel com 9 mil consumidores que residentem no referido país. Em comparação com 2015, a base média de MAUs do Facebook cresceu 14% e a do Facebook Messenger, 28%.

Aplicativos do Google ocupam desde a terceira até a sétima posição do ranking, com as seguintes médias de MAUs em 2016 (em milhões): YouTube (114), Google Maps (106), Google Search (104), Google Play (100) e Gmail (89). A oitava posição ficou com o Instagram (75 milhões), seguido por Apple Music (68 milhões) e Amazon App (66 milhões).

Todos os apps da lista registraram crescimento em comparação com o ano anterior. Os maiores aumentos foram do Amazon App (+43%) e do Instagram (+36%).

A penetração de smartphones nos EUA é de 88%. Cerca de metade utiliza aparelhos Android (53%) e a outra metade (45%), iOS. O Windows Phone responde por 2% e o BlackBerry, 1%.

Análise

Ao contrário do Brasil, onde o WhatsApp reina soberano, nos EUA o aplicativo nem sequer aparece na lista dos dez com maior base de MAUs. Lá, a preferência entre os mensageiros instantâneos é do Facebook Messenger. Note-se também a ausência do Snapchat, mas esta pode ser explicada pelo fato de a pesquisa utilizar em sua amostra apenas pessoas maiores de 18 anos, enquanto o Snapchat é popular entre adolescentes.

Os números da Nielsen ajudam a entender porque o Facebook priorizou o Messenger para a sua plataforma de chatbots. O WhatsApp, pelo visto, é uma plataforma popular em alguns mercados específicos, especialmente emergentes, como o Brasil.

De acordo com a mais recente pesquisa Panora Mobile Time/Opinion Box sobre uso de apps no Brasil, o WhatsApp é o aplicativo mais facilmente encontrado na homescreen do brasileiro, presente na primeira tela de 73% dos aparelhos no País. O Messenger aparece em quarto lugar, na homescreen de 18% dos smartphones. O WhatsApp é também o app favorito dos brasileiros: se só pudessem ter um aplicativo, 49,6% da base nacional de usuários de smartphone escolheriam o WhatsApp, segundo a mesma pesquisa.

Comportamento: Facebook e Messenger são os apps mais populares dos EUA em 2016