4G: TIM chega a 1 mil cidades com 4G e escolhe fornecedores para rede de 700 MHz

A TIM não esconde que sua estratégia para os próximos anos é concentrar todos os esforços na expansão da rede 4G. E, onde for possível, utilizando a rede de 700 MHz, pois segundo a empresa a eficiência da faixa é quase 9 vezes maior.

Na semana passada a operadora fechou com a Nokia e Ericsson o contrato de fornecimento de equipamentos para a rede de 700 MHz, cujas redes deverão ser implementadas já a partir do próximo ano. A Huawei não foi selecionada para fornecer em 700 MHz, mas seguirá como fornecedora de LTE para as demais frequências (2,6 GHz e 1,8 GHz).

Este ano, a operadora está usando a faixa de 700 MHz nas cidades de Rio Verde/GO e Fernando de Noronha, mas pretende levar o serviço de banda larga móvel em LTE a quase 3 mil cidades até o final de 2018. Todas elas, segundo Stefano De Angelis, CEO da operadora, utilizarão a faixa de 700 MHz combinada com as demais frequências.

O deployment desta rede depende, obviamente, da liberação do espectro nas cidades, o que passa pelo  processo de desligamento da TV analógica. Existem três tipos de situações: as cidades em que o desligamento da TV analógica  é fundamental pois há muitos radiodifusores; cidades em que é possível o remanejamento dos canais de radiodifusão para outras faixas; e municípios em que a faixa de 700 MHz já está livre, e basta a autorização da Anatel. A operadora está, nesse momento, discutindo com a EAD (empresa que administra a digitalização) e com o Gired (grupo de implementação da TV digital) para definir as cidades que estarão disponíveis e em que cronograma.

Nesta quarta, a operadora anunciou a milésima cidade coberta com 4G no Brasil, Fernando de Noronha, em um projeto complexo pois envolveu inclusive o uso de backhaul por satélite, fornecido pela O3b.  Estas mil cidades foram instaladas ao longo de três anos. Agora, a TIM planeja colocar mais mil cidades com 4G apenas em 2017 e outras quase mil até o final de 2018.

4G: TIM chega a 1 mil cidades com 4G e escolhe fornecedores para rede de 700 MHz