Vìdeochamada: Duo

O Duo (Android, iOS) é o aplicativo de videochamada recém-lançado pelo Google. Quando foi anunciado, parte da imprensa especializada questionou o fato de essa funcionalidade ter ganho um app separado do Allo, app de comunicação instantânea que a empresa apresentou na mesma ocasião – e sobre o qual escrevemos uma resenha duas semanas atrás. O fato é que são necessidades bem distintas e a separação permite ao Google medir melhor o comportamento do usuário. Para quem precisa de videochamadas, é bastante prático ter um app dedicado a essa funcionalidade. Foi o meu caso nesta semana em que estou em Hong Kong para um congresso e mantive contato com minha família através do app. Os usuários de iPhone sempre tiveram essa facilidade, com o Facetime. Faltava algo com a mesma simplicidade para Android.

Aliás, simplicidade é uma boa palavra para definir o Duo. São pouquíssimos botões. Basicamente, o que se vê na primeira tela é um botão para iniciar uma videochamada e outro com o rosto do contato mais recente para o qual você ligou pelo Duo. Ao iniciar uma chamada, é aberta a agenda telefônica, mas dividida em duas partes: na primeira, aparecem os contatos que já têm o app instalado, na segunda, os demais. Se escolher um destes últimos, o Google envia um SMS com um link sugerindo o download do app.

Uma das coisas mais bacanas da videochamada pelo Duo é o fato de o destinatário poder ver quem está ligando antes de atender. Ou seja, além de um som de chamada, a tela exibe a imagem da câmera de quem chama.

Obviamente, a qualidade da videochamada depende da rede em que os dois usuários estão. Em redes móveis, é comum a imagem perder resolução. Por vezes o vídeo some, mas o áudio segue, enquanto o app tenta reconectar a transmissão da imagem. Talvez pudesse ser melhorado o software de compressão para diminuir esse problema em redes de países emergentes.

Vìdeochamada: Duo