Smartphones: Samsung prevê mais US$ 3,15 bi em perdas por causa do Note 7

O impacto negativo do fiasco em torno do Galaxy Note 7 será de cerca de 3,5 trilhões de wons (US$ 3,15 bilhões) no lucro operacional da Samsung na soma do quarto trimestre deste ano e do primeiro trimestre de 2017, estimou a empresa sul-coreana nesta sexta-feira, 14. Esse impacto negativo corresponde a 2,5 trilhões de wons (US$ 2,250 bilhões) no final deste ano e de mais cerca de 1 trilhão de wons (US$ 900 milhões) nos primeiros três meses de 2017.

A fabricante já tinha registrado perda de US$ 2,3 bilhões no terceiro trimestre com o encerramento da produção e vendas do aparelho, mas agora espera uma natural queda nas receitas nos próximos seis meses em relação ao previsto anteriormente. Assim, no total, a empresa perderá US$ 5,45 bilhões com o problema.

O plano para a Samsung se recuperar desse impacto é normalizar o negócio móvel ao “expandir as vendas de modelos de ponta como o Galaxy S7 e Galaxy S7 edge”. A companhia ainda não anunciou oficialmente o sucessor desses modelos, o S8, que poderá ser apresentado somente no início do ano que vem, mas é provável que concentre esforços nesse dispositivo também. “Adicionalmente, a companhia focará em melhorar a segurança de produtos para consumidores ao fazer mudanças significativas nos seus processos de garantia de qualidade”, diz a fabricante em comunicado.

Smartphones: Samsung prevê mais US$ 3,15 bi em perdas por causa do Note 7