MVNOs: Veek é homologada pela Anatel e deve ser lançada em fevereiro

A Veek, operadora móvel virtual (MVNO) focada no público jovem, recebeu a homologação da Anatel esta semana. Ela vai atuar no regime de MVNO credenciada, conectada à plataforma da EUTV, que por sua vez está homologada no regime de MVNO autorizada e utiliza a rede da TIM. Veek é a marca que será usada junto ao público, mas a empresa por trás dela se chama Lanis Redes e Consultoria Ltda. A homologação da Anatel está em nome da Lanis. A expectativa é de que a Veek inicie um teste beta até o final do ano e lance comercialmente a sua operação em fevereiro de 2017, informa Alberto Blanco, seu fundador.

Além de ser a primeira MVNO focada no público jovem, a Veek trará duas inovações no mercado de telefonia móvel brasileiro: 1) terá uma tarifa única para o minuto de voz, independentemente de a ligação ser para fixo ou móvel, local ou de longa distância, assim como um tarifa única por MB e por SMS; 2) adotará o conceito de marketing multinível, remunerando assinantes que trouxerem novos usuários com uma participação na receita gerada por eles. Os “veekers”, como serão chamados os clientes, receberão 2,5% do valor da recarga de todos os assinantes que trouxerem, mais 1% sobre as recargas feitas pelos convidados dos seus convidados e mais 1% no nível seguinte, conforme revelou MOBILE TIME em matéria exclusiva publicada em junho.

MVNOs: Veek é homologada pela Anatel e deve ser lançada em fevereiro