Marketing: Shoppings do Rio testarão solução de marketing com beacons

Em breve, dois shoppings do Rio de Janeiro farão um teste piloto com uma solução de marketing móvel com beacons desenvolvida pela start-up carioca Fulllab. Serão instalados beacons em seus corredores para possibilitar a comunicação com os consumidores que estiverem circulando neles. Os nomes dos shoppings ainda não podem ser divulgados. Serão as primeiras experiências com a platafmroa Bconext, da Fulllab.

A diferença para outras iniciativas com beacons é que nesta solução serão cruzadas informações com uma Plataforma de Gerenciamento de Dados (DMP, na sigla em inglês) da própria Fulllab, que conta com informações sobre hábitos de consumo de 67 milhões de usuários que compram pela Internet. Desta maneira, os shoppings e seus lojistas poderão realizar campanhas muito mais segmentadas e assertivas.

Para identificar o usuário, será aproveitada a conexão dele com o Wi-Fi gratuito dos shoppings. Para o acesso, será solicitado o login via Facebook, assim como o Bluetooth ligado (para que o smartphone possa conversar com os beacons). Além disso, a Fulllab desenvolveu uma solução própria para a captura do endereço MAC dos celulares que estiverem conectados aos hotspots Wi-Fi dos shoppings. Um pequeno dispositivo conectado a qualquer nó da rede solicita aos celulares dos visitantes que armazenem seu endereço MAC, para posterior utilização. A coleta é feita em 200 milissegundos. Essa é mais uma informação relevante para a personalização das campanhas.

Com base nos dados da DMP, será possível conhecer alguns hábitos de consumo e de navegação dos visitantes dos shoppings, personalizando as campanhas. Por exemplo: uma pessoa que tivesse pesquisado por televisões 4K em seu desktop poderia ser identificada ao entrar no shopping e receber uma mensagem com alguma promoção desse produto de uma loja de televisores ali perto. Para esse cruzamento de informações, são usadas técnicas de cross-browsing, para saber que se trata do mesmo consumidor nos dois momentos, explica Marcelo Najnudel, um dos cofundadores da Fulllab. Foi desenvolvida uma plataforma de mídia para a criação de campanhas pelos lojistas na comunicação com os visitantes dos shoppings.

“No futuro poderemos ter leilão em tempo real pelo consumidor que entra no shopping. O contato com ele poderia ser disputado pelas diversas lojas”, diz Najnudel. “Mas é preciso tomar cuidado para não ser intrusivo”, completa.

A Fulllab usará beacons importados, produzidos pela Estimote, ao custo de US$ 20 cada. A própria Full Lab está trabalhando para que sejam homologados pela Anatel.

Apps de m-commerce

A plataforma Bconext é apenas um dos produtos oferecidos pela Fulllab. Em seu portfólio, há também a Mobfiq, uma plataforma para a construção de apps para sites de e-commerce. No ar desde janeiro de 2015, a plataforma está por trás de mais de 20 apps, incluindo aqueles de redes como Polishop, Taco e Sephora. Mais cinco projetos devem ser lançados até o fim do ano, incluindo um no México, diz Pedro Vasconcellos, outro cofundador da Fulllab e responsável pela área comercial da empresa.

O modelo de negócios da Mobfiq é similar àquele adotado por plataformas de comércio eletrônico: há cobrança de uma taxa de instalação e de um percentual sobre as vendas, no caso, 3%.

Marketing: Shoppings do Rio testarão solução de marketing com beacons