Pagamentos móveis: Pagamentos por NFC vão movimentar US$ 500 bi em 2017 no mundo

Pagamentos por aproximação vão movimentar US$ 500 bilhões em 2017 no mundo, segundo projeção da Juniper Research. Isso representará um crescimento de 56% sobre o volume estimado para este ano, de US$ 321 bilhões. Estão incluídos nessas contas quaisquer pagamentos feitos por NFC, independentemente do dispositivo, seja um smartphone, uma pulseira, um relógio ou mesmo um cartão de plástico. Ainda segundo a Juniper, em 2021 dois em cada três terminais de POS no mundo estarão habilitados para receber pagamentos por NFC.

Serviços como Apple Pay, Samsung Pay e Android Pay utilizam NFC para realizar pagamentos por cartão através do smartphone. Mas há também uma série de iniciativas de embarcar a antena NFC e o elemento seguro de um cartão de débito pré-pago em acessórios para vestir. A Visa, por exemplo, distribuiu anéis com a tecnologia para dezenas de atletas patrocinados pela marca nas Olimpíadas do Rio de Janeirio. E a Swatch lançou no Brasil o relógio Bellamy, que também funciona como um cartão de débito pré-pago da Visa e da Brasil Pré-pagos.

Pagamentos móveis: Pagamentos por NFC vão movimentar US$ 500 bi em 2017 no mundo