Infraestrutura: Dentro de dois anos, mais da metade da base da TIM será 4G

A transição do 3G para o 4G acontecerá mais rapidamente que do 2G para o 3G, prevê o presidente da TIM, Rodrigo Abreu. O executivo projeta que dentro de dois anos mais da metade da base de assinantes da operadora será 4G. A cobertura da empresa com essa tecnologia também vai superar aquela com 3G nesse intervalo de tempo, promete.

Atualmente, a TIM cobre com 4G 63% da população brasileira. Dentro de dois anos, essa cobertura subirá para 90%, projeta o executivo. Para tanto, a empresa conta com a liberação do espectro na faixa de 700 MHz, que ajudará a levar o serviço principalmente para cidades de médio e pequeno porte no interior do País. A empresa planeja um investimento total de R$ 14 bilhões em três anos.

A rede 2G, por sua vez, não será desligada por enquanto, mas passará a ter um caráter secundário, servindo apenas para soluções de comunicação entre máquinas que não precisam de muita banda.

Infraestrutura: Dentro de dois anos, mais da metade da base da TIM será 4G