Segurança: Aplicativo do Talibã é retirado da Google Play

O Google removeu de sua loja de aplicativos um app do grupo terrorista afegão Talibã. De acordo com o site russo RT, uma porta-voz do Google informou no último domingo, 3, que o app “Alemarah” foi retirado e não estava mais disponível para downloads.

Esse aplicativo foi descoberto pelo grupo de inteligência cibernética SITE, especializado em rastrear ações online de grupos jihadistas. Alemarah era usado como canal oficial do Talibã em sua língua oficial, Pashtu, amplamente usado em regiões como Afeganistão, Paquistão e Irã.

O uso de ferramentas online por grupos terroristas não é novidade na web. O Estado Islâmico (EI), rival do Talibã, ganhou notoriedade por usar as redes sociais para exibir imagens de suas vítimas sendo decapitadas. O EI também teria criado um app Android criptografado no começo do ano para divulgar suas ações contra o ocidente. 

Os governos e as empresas de tecnologia  tentam, por sua vez, bloquear as iniciativas dos grupos terroristas em espalhar suas propagandas na web. O próprio governo do Afeganistão tirou diversas vezes da internet sites do grupo que governou o país entre 1996 e 2002 e deu abrigo ao terrorista saudita Osama Bin Laden.

Segurança: Aplicativo do Talibã é retirado da Google Play