Pagamentos móveis: LoopPay é alvo de ataque de hackers

A LoopPay, empresa de pagamentos móveis comprada pela Samsung para alavancar seu próprio sistema de m-payment, o Samsung Pay, foi atacada por hackers chineses em março. De acordo com o jornal The New York Times, os atacantes cibernéticos do Codoso Group (também conhecidos com Sunshock Group) invadiram a rede da empresa um mês após a aquisição de US$ 250 milhões feita pela Samsung.

De acordo com executivos da empresa, os hackers tinham como alvo a tecnologia da LoopPay, conhecida como MST, que permite simular junto a uma máquina de POS o ato de passar um cartão com tarja magnética. No entanto, os criminosos conseguiram acesso apenas à rede corporativa da start-up, mas não entraram na parte do sistema de produção do MST.

O ataque foi descoberto apenas em meados de agosto, quando a LoopPay encontrou dados do Group Codoso durante uma investigação em separado. A companhia norte-americana acredita que não houve informações roubadas na ação criminosa e que não haverá efeitos aos clientes do m-payment.

O Samsung Pay estreou na última semana nos Estados Unidos, após registrar US$ 30 milhões no começo de suas operações na Coreia do Sul. A tecnologia de pagamentos móveis da Samsung deve rivalizar com produtos da Apple e do Google, Apple Pay e Android Pay, respectivamente.

Pagamentos móveis: LoopPay é alvo de ataque de hackers