Smartphones: Fragmentação do Android: há 24 mil modelos e quase 1,3 mil fabricantes no mundo

A fragmentação do ecossistema Android não para de aumentar. É o que revela o relatório anual da OpenSignal sobre o assunto. Em uma análise feita com uma amostra de 682 mil usuários do app no mundo, foram identificados 24.093 modelos diferentes com o sistema operacional do Google. Um ano antes, o mesmo levantamento apontou 18.796. E em 2013 eram 11.868. Ou seja, a variedade de smartphones Android dobrou em dois anos.

Também chama a atenção a quantidade de marcas de aparelhos. A OpenSignal identificou 1.294 fabricantes diferentes. Desse total, 1 mil não existiam em 2012, quando a empresa fez seu primeiro relatório sobre o tema. A Samsung continua liderando em market share, embora tenha perdido um pouco de participação de 2014 para 2015, baixando de 43% para 37,8%. Cabe destacar que se trata de market share sobre a base instalada de usuários do app da OpenSignal. Neste universo, o modelo mais popular é o Galaxy S III.

O relatório acompanhou também a evolução das especificações dos aparelhos Android. De 2012 a 2015, é notável o aumento do tamanho médio da tela, que passou de 4,2 para 4,6 polegadas e da média de memória RAM, que dobrou de 0,6 para 1,2 GB. No mesmo intervalo de tempo, a penetração de NFC subiu de 9% para 30%.

Análise

A fragmentação do ecossistema Android tem vantagens e desvantagens. A vantagem é que existe uma infinidade de combinações de hardware e software possíveis à escolha do consumidor com esse sistema operacional. E foi justamente a liberdade oferecida pelo Google que permitiu que aparecessem tantos players diferentes nesse ecossistema. Com o aumento da competição, o preço do aparelho cai. Não fosse essa liberdade e a escala mundial, não haveria hoje smartphones Android abaixo de US$ 100.

A desvantagem é a dor de cabeça para os desenvolvedores. É impossível testar um app adequadamente em tantos modelos. Os testes acabam se concentrando nos smartphones mais populares dentro do mercado alvo para aquele desenvolvedor. Isso significa que há sempre o risco de bugs quando o app roda em modelos menos conhecidos.

Smartphones: Fragmentação do Android: há 24 mil modelos e quase 1,3 mil fabricantes no mundo