Internet das Coisas: 26% dos desenvolvedores de IoT não sabem quem é o seu público

Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) é um dos assuntos mais quentes do setor de tecnologia atualmente. Não à toa, muitos desenvolvedores e start-ups ao redor do mundo estão criando softwares e hardwares nessa área. Porém, um em cada quatro, ou 26%, para ser mais exato, não tem certeza de quem poderá se interessar pelo seu produto no futuro. É o que revela a pesquisa “State of the developer nation“, produzida pela Vision Mobile, a partir de entrevistas com 13 mil desenvolvedores de diversas plataformas no mundo inteiro.

De acordo com a pesquisa, entre os desenvolvedores de hardware e software de IoT, 42% estão criando produtos para o mercado corporativo; 32%, para o consumidor final; e 26% simplesmente não sabem para quem estão desenvolvendo suas soluções. A explicação para essa incerteza, segundo os analistas da Vision, é que boa parte desses desenvolvedores programam por hobby ou são empresas tentando aplicar seu conhecimento atual em IoT.

Verticais

Há diversas verticais que podem ser beneficiadas por soluções de IoT. A pesquisa perguntou aos entrevistados para quais delas estão desenvolvendo soluções. A mais popular é a de casa conectada (42%), seguida por varejo (33%), manufatura (29%), wearable devices (28%), cidades inteligentes (22%), medicina (21%) e carros conectados (20%).

Ainda segundo a pesquisa, pouco mais da metade dos desenvolvedores móveis profissionais se interessam por IoT. Em torno de 25% deles estão efetivamente atuando em projetos de IoT e outros 35% estão pensando em desenvolver na área como um hobby. Na opinião dos analistas da Vision, isso reflete o fato de muitas soluções de IoT requererem uma interface em dispositivos móveis e também o fato de o conhecimento em programação móvel poder ser facilmente aplicado em IoT.

Forum Mobile+

O Forum Mobile+ deste ano terá um dia inteiro dedicado a IoT, com painéis sobre cidades conectadas, indústria 4.0 e wearable devices. Entre os palestrantes confirmados até o momento há executivos do alto escalão da Cisco, da SAP, da Software AG e da Ericsson, além de representantes das prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro, no painel de smart cities. O Forum Mobile+ é produzido pela Converge Comunicações com a curadoria dos editores de MOBILE TIME (Fernando Paiva), TELETIME (Samuel Possebon) e TI INSIDE (Claudiney Santos). O evento acontecerá nos dias 22 e 23 de setembro, no WTC, em São Paulo. Para conhecer a agenda e obter mais informações, acesse o site do Forum Mobile+.

Internet das Coisas: 26% dos desenvolvedores de IoT não sabem quem é o seu público