Comércio móvel: 14% das vendas on-line no Brasil no segundo trimestre foram em dispositivos móveis

O Brasil registrou no segundo trimestre deste ano US$ 160 bilhões em vendas on-line, resultado de 1,4 bilhão de transações, sendo que 14% (ou 196 milhões) foram realizadas por dispositivos móveis, de acordo com levantamento State of Mobile Commerce divulgado nesta sexta, 26, pela empresa de performance digital Criteo. Desse total, 10% (140 milhões) foram realizados em smartphones e 4% (56 milhões) por meio de tablets.

A previsão para o final do ano é que as transações em m-commerce cheguem a 22% no Brasil e 40% globalmente.  Dentre os smartphones, o sistema que lidera na maioria dos países, incluindo o Brasil, é o Android.

Global

A pesquisa diz ainda que nos Estados Unidos, as transações móveis já passam de 30% do total, embora a Criteo considere que “os principais varejistas online” tenham conseguido 40% das vendas por meio dessas plataformas. A previsão para 2015 é de 33% de share para o m-commerce.  Lá, o iPhone foi maior que o sistema do Google em se tratando de smartphones: 66% das transações, graças aos modelos mais recentes da Apple.

Ainda de acordo com a pesquisa, em se tratando do comércio global, as lojas que possuem sites otimizados para o acesso móvel conseguem maior taxa de conversão. O levantamento mostra que o usuário que acessa site otimizado visualiza 2,9 produtos, convertendo em compras em 9,5% das vezes. Em lojas não adequadas, são 2,3 produtos e 8,4%. Ainda há os aplicativos, que responderam por 50% das transações móveis, gerando 47% de toda a receita móvel para os varejistas.

Comércio móvel: 14% das vendas on-line no Brasil no segundo trimestre foram em dispositivos móveis