Apple: Cinco novidades para agradar aos desenvolvedores

A Apple teve muito a expôr na Worldwide Developers Conference (WWDC) em 2015. As principais novidades anunciadas no evento deste ano incluíram uma nova versão da linguagem de programação (prestes a ter seu código aberto) Swift e frameworks atualizados para a criação de apps mais avançados para o Watch.

Seus desenvolvedores ajudaram a empresa a se tornar a gigante que é hoje e os anúncios feitos na conferência indicaram o desejo da companhia de lançar novas bases para que os designers de aplicativos sejam mais eficientes e projetem apps ainda melhores.

Entre as mudanças, está a unificação dos programas para desenvolvedores da empresa no Apple Developer – mas é só o começo. Veja a seguir cinco anúncios que podem deixar o ecossistema da companhia bastante animados.

Swift aprimorado em nova versão

Um ano se passou desde que a Apple anunciou a sua linguagem de programação. A Objective-C ainda é mais popular entre os desenvolvedores, mas de acordo com uma pesquisa recente da Stack Overflow, a Swift é bem recebida.

Para convencer os designers de aplicativos a adotarem a linguagem, a Apple lançou a versão 2.0 da plataforma. Seus principais aperfeiçoamentos são um melhor desempenho, o novo modelo de tratamento de erros e a capacidade de se direcionar mais facilmente às versões anteriores do iOS. Mudanças na sua sintaxe também foram feitas para dar mais consistência.

Swift terá código aberto

A estratégia da fabricante para aumentar a popularidade da Swift não se limita às melhorias descritas acima. O sistema será disponibilizado sob uma licença de código aberto ainda este ano e o código-fonte incluirá o compilador Swift e a biblioteca padrão. Mais que aceitas, contribuições de outras comunidades serão encorajadas pela Apple.

Na ocasião do lançamento, a empresa planeja contribuir com portas para OS X, iOS e Linux. A mudança é significativa para a Apple, mas ainda não se sabe a extensão de seu compromisso com suportes multi-plataforma. Porém, nessa frente, destaca-se a disponibilidade de seu serviço de streaming musical para Android.

Xcode também ganhou uma atualização

Junto com a Swift 2.0, a Apple também desenvolveu uma versão beta da plataforma para desenvolvedores Xcode 7. A atualização inclui o Ambiente de Desenvolvimento Integrado da empresa, um compilador da Swift 2 e os últimos SDKs para OS X, iOS e watchOS. Os criadores ainda contam com o auxílio de uma ferramenta que migra o código Swift 1.2 para a nova versão. Outras melhorias incluem monitoramente de energia usada em cada processo, gravação da interface de usuário e um mecanismo simplificado para testes em dispositivos físicos.

Engana-se quem acha que Apple esqueceu dos desenvolvedores Objective-C: uma nova ferramenta, batizada de Address Sanitizer, ajuda a prevenir problemas de corrupção de memória, explorado por hackers.

Desenvolvimento de apps direto para o Watch

O Watch está à venda desde o final de abril, mas a Apple já prepara a segunda versão de seu sistema operacional, o watchOS2, que deve impulsionar desenvolvedores na criação de aplicativos para o relógio inteligente da marca. Seu maior aperfeiçoamento é a possibilidade de se projetar apps diretamente para o smartwatch, sem depender de um iPhone.

A mudança deve resultar em melhor desempenho e era esperada desde o primeiro dia do wearable. Os desenvolvedores ainda poderão integrar ferramentas essenciais de hardware a seus aplicativos, como digital crown, sensor de batimentos cardíacos, acelerômetro e microfone usando uma versão atualizada do framework WatchKit.

O novo ClockKit framework permite que postem informações na face do relógio. O iOS 9 SDK beta incluindo o WatchKit para watchOS2 está disponível para download no site da Apple para desenvolvedores.

Novos kits

O iOS 9 SDK também inclui versões atualizadas de outros frameworks Apple. Há novos perfis HomeKit para janelas e cortinas motorizadas, sensores de movimento e sistemas de segurança doméstica. Os data points do novo HealthKit permitem a armazenagem de informação em saúde reprodutiva, exposição a raios UV e consumo de água. Usando o GameplayKit, os desenvolvedores poderão projetar jogos melhores e usar o ReplayKit para adicionar ferramentas de gravação de vídeo.

Apple: Cinco novidades para agradar aos desenvolvedores